segurança

Massacre na escola em São Paulo acende sinal de alerta em unidades escolares de Picos

Professores, diretores e alunos temem que tragédia possam se repetir em outras unidades escolares

Naldinho Martins 14 março 2019 15:55

Dois jovens mataram oito pessoas e depois se mataram na quarta-feira (13) durante o massacre numa escola de Suzano, região metropolitana de São Paulo, Uma linha de investigação indica que eles já planejavam o ataque há quase um ano. Outras 11 pessoas ficaram feridas, sendo que uma está em estado grave.

Não é a primeira vez, porém, que assassinatos bárbaros ocorrem em ambientes escolares no Brasil. Os de Realengo, no Rio (2011), e Goiânia (2018) são dois dos mais conhecidos.

A motivação da dupla de executores de Suzano ainda é desconhecida. Por enquanto, a polícia sabe que eles eram ex-alunos do colégio onde cometeram os crimes e que eram vizinhos.

Resultado de imagem para Maria da Cruz, diretora da Escola Estadual Vidal de Freitas de picos

A professora Maria da Cruz, diretora da Escola Estadual Vidal de Freitas em Picos -PI, falou ao Jornal 95 sobre a segurança na escola pública e diz que seria muito importante contar com um policial e detector de metal.

Confira o áudio abaixo;

 


ÁUDIO: Professora Maria da Cruz,

Publicidades

  • coleta rr noticias notícias
  • memorial noticias
  • shell select
  • omega bike noticias
  • faculdade rsa noticias
  • Armazem do povo noticias
  • rei do kilo noticias
  • VIRTEX NOTICIAS
  • mamba noticias
  • ki preço noticias
  • colegio machado noticias

Deixe seu comentário