Efeito cascata

Após reajuste no Supremo, Judiciário e MP vão à ALEPI por aumento de salário

A matéria referente aos reajustes no Judiciário e no MPE será agora analisado na Comissão de Constituição e Justiça da Alepi

Cidade Modelo 3 dezembro 2018 17:55

O Judiciário e o Ministério Público Estadual (MPE) encaminharam à Assembleia Legislativa do Piauí (ALEPI) nesta segunda-feira (03/12) os pedidos de reajuste aos vencimentos dos magistrados e dos procuradores de Justiça do Piauí. A medida é efeito do reajuste sancionado para os ministros do Supremo Tribunal Federal.

Pelo projeto encaminhado ao Legislativo piauiense, os desembargadores e procuradores receberão salário correspondente a R$ 35,4 mil, enquanto os juízes terão remuneração entre R$ 28,8 mil a R$ 33,6 mil.

O texto ainda pressupõe a suspensão do pagamento do auxílio-moradia dos magistrados a partir da implementação do aumento salarial da categoria, à exemplo do Projeto de Lei aprovado no dia 7 de novembro no Senado Federal, que reajustou o salário dos ministros em 16,38%, elevando os vencimentos de R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil.

Presidente do Tribunal de Justiça e desembargador, Erivan Lopes

Já sancionado pelo presidente Michel Temer e muito criticado devido ao impacto que poderá causar nas contas públicas, o aumento no STF implica no chamado “efeito cascata” que, de acordo com cálculos de técnicos da Câmara e do Senado Federa, deve causar impacto de R$ 6 bilhões ao ano,

A matéria referente aos reajustes no Judiciário e no MPE será agora analisado na Comissão de Constituição e Justiça da Alepi.

Procurador-Geral de Justiça do Piauí, Cleandro Moura

Procurador-Geral de Justiça do Piauí, Cleandro Moura

Fonte:180graus

Publicidades

  • pao e cafe noticias
  • faculdade rsa noticias
  • Armazem do povo noticias
  • omega bike noticias
  • rei do kilo noticias
  • colegio machado noticias
  • memorial noticias
  • coleta rr noticias notícias
  • ki preço noticias
  • mamba noticias
  • shell select

Deixe seu comentário